3 dicas para melhorar sua inteligência emocional

Desenvolver sua inteligência emocional é um processo importante para o ambiente de trabalho.

Atualmente, o grande diferencial que as grandes empresas procuram em seus funcionários é a inteligência emocional. Não existe pós-graduação, MBA, doutorado ou curso de idiomas que ensine essa qualidade.

Para muitos pode parecer bobagem. Afinal, como lidar com seus sentimentos pode ajudar sua vida profissional? Nós respondemos: muito! Mas como você pode desenvolver sua inteligência emocional?

Separamos algumas dicas que irão fazer a diferença na sua vida. Continue a leitura para descobrir quais são elas!

#1 OLHE PARA VOCÊ

Para lidar com suas emoções de forma inteligente, você precisa se conhecer.

Busque prestar atenção em falas, pensamentos ou acontecimentos que podem ser gatilhos emocionais para você. Por exemplo, o motivo de você ficar muito nervoso em relação a algum evento. Procure entender porque isso é um gatilho.

Outro ponto importante para desenvolver sua inteligência emocional, são seus valores pessoais. O que é importante para você? Tendo essa noção, o processo de autoconhecimento fica mais fácil. Desta forma, é possível prever suas reações em determinadas situações.

Além disso, peça feedbacks de outras pessoas. Saber o que as outras pessoas pensam a respeito de suas atitudes é de grande ajuda para se entender melhor. Lembrando que é importante estar aberto a estas opiniões!

#2 PENSE ANTES DE AGIR

Um ponto chave para ter uma boa inteligência emocional é não agir com impulsividade. Conte até dez. Oxigene seu cérebro. Isso evita um agir impulsivo – evitando desgastes desnecessários.

Muitas vezes, é melhor deixar decisões difíceis para o dia seguinte, depois de uma noite de sono. Isso te ajuda a restaurar suas energias, arejar suas ideias e agir de forma mais tranquila.

Outra coisa que pode te tranquilizar é ter em mente que todo problema tem fim.

#3 OLHE PARA O OUTRO

  • Chame as pessoas pelo nome
  • Foque sua atenção na pessoa que está falando com você
  • Observe as pessoas e veja como elas reagem a certos acontecimentos
  • Demonstre interesse
  • Se comunique com clareza
  • Coloque-se no lugar do próximo
  • Peça desculpas

Todas as ações listadas a cima te ensinarão as melhores formas de prosseguir em situações sociais. Tanto dentro do ambiente de trabalho, quanto fora dele. Quanto mais atenção você prestar no seu próximo, melhor você saberá como se relacionar com ele.

Lembre-se: A chave para a inteligência emocional é saber se colocar de forma madura e não-agressiva. Criar um canal de comunicação de qualidade com as pessoas ao seu redor faz com que elas compreendam seus motivos e a relação se torna mais agradável e harmoniosa!

Feedback negativo: como lidar com ele?

Em uma reunião de feedback você pode ouvir elogios ou críticas. Saiba o que fazer quando receber uma avaliação negativa.

Já falamos sobre a importância de oferecer um feedback constante. Não importa se as conversas serão regadas de elogios ou críticas, em ambas as situações a devolutiva deve ser construtiva. O momento do diálogo é sempre delicado. Há uma tensão instalada no ar. Uma ansiedade por não saber o que irá acontecer após aquela reunião. Você já passou por isso?

É natural que você precise lidar com um feedback negativo em algum momento da sua carreira profissional. O que fazer quando isso acontece? A Social Consultoria preparou algumas dicas importantes para te ajudar a enfrentar essa situação:

#1 Prepare-se tanto para um cenário positivo, quanto negativo.
Ao ser chamado para uma reunião de feedback, não entre em pânico! Este processo faz parte do mundo corporativo. Tenha em mente que estas conversas servem como uma bússola – que vai indicar para qual direção você deverá caminhar a partir deste ponto. Como você tem contribuído para melhorar os resultados da empresa? A visão externa é importante para trazer uma opinião diferente da sua.

Além de tudo isso, encare a situação como uma oportunidade de diálogo e troca. Você tem sugestões a fazer para a empresa? Este pode ser o melhor momento para apresentar seu ponto de vista.

Leia mais: Como a inteligência emocional pode contribuir para o seu sucesso?

#2 Faça o exercício de ouvir atentamente.
Por mais difícil que seja escutar algumas coisas, é importante considerar que seu gestor quer te ajudar a se desenvolver cada vez mais. Tente se distanciar de emoções explosivas e saiba filtrar cada palavra escolhida pela liderança.

Muitas vezes queremos dizer uma coisa, mas por conta de alguns ruídos o receptor da mensagem acaba interpretando de uma forma diferente. Para que a reunião de feedback seja realmente produtiva, é importante que ambas as partes estejam dispostas a respeitar os momentos de fala e de escuta.

#3 Antes de reagir, procure digerir o que foi dito.
A forma que você irá responde a um feedback negativo diz muito sobre você. É natural tentar se justificar, mas lembre-se que você continuará sendo avaliado. Tente manter uma postura profissional e madura diante dessa situação. Se lembra dos pilares da Comunicação Não-Violenta? Agora é a hora de colocá-los em prática.

Mostre que você sabe lidar de maneira saudável com conflitos e falhas.

#4 Não tenha vergonha de pedir exemplos ou mais detalhes a respeito de alguma fala.
Entender o contexto de determinadas situações vai te ajudar a assimilar melhor como o feedback se aplica na prática. Se você acreditar que este caso se trata de um mal entendido ou exceção, converse com o seu gestor a respeito.

#5 Sugira mudanças!
Para mostrar que você consegue lidar de uma maneira positiva com críticas e que está focado em buscar melhorias, apresente ideias e sugestões para solucionar estes problemas.

O QUE NÃO FAZER?
Quando você é pego de surpresa, pode acabar dizendo coisas que irá se arrepender melhor. Por isso, separamos algumas falas que você deve evitar em uma reunião de feedback:

  • “Isto não tem nada a ver comigo. A culpa não é minha!”
  • “Esta função não cabe a mim. Peça para Fulano…”
  • “Eu sei. Ok. Tá bom.”
  • “Você esperava o que? Eu não sei fazer isso!”

Ao final da conversa, lembre-se de agradecer e diga que vai refletir a respeito de tudo o que for dito. Mesmo que você se sinta magoado, é importante tirar um tempo para digerir as críticas. Uma boa ideia é marcar um horário diferente com o seu gestor para discutir os problemas com maior profundidade e, quem sabe, conseguir chegar a uma boa solução.

Leia mais: Comunicação Não-Violenta: aprimorando relações profissionais e pessoais