Gerenciamento Previdenciário
Garantimos o acompanhamento do funcionário afastado a fim de minimizar custos operacionais e diminuir o tempo de afastamento.

A Cada mês sobe o índice de trabalhadores em afastamento, em julho/19 teve um aumento de 14,3% em referência ao mês anterior, impactando em média de 03 meses de afastamento por trabalhador, segundo os dados informados pela previdência social no último boletim estatístico (julho.19).

Essa realidade tem alto impacto nas empresas, além do aumento nos encargos como o FAP, falta de informação no E-Social, queda nos resultados de trabalho, aumento de absenteísmo, impacto em horas extras, calculou tudo isso?

O colaborador afastado do trabalho por vezes chega a ter um custo de 30% ou mais do que os demais, devido a valores agregados de forma indireta neste afastamento.

Pensando nisso, junto a nossa expertise em benefícios previdenciários realizamos nesse programa a gestão dos afastados, através do acompanhamento desde o protocolo do benefício junto ao INSS até o efetivo retorno ao trabalho, possibilitando ao cliente indicadores precisos para tomada de decisão e redução do FAP.
Oferecemos ainda suporte e orientação para todos os benefícios previdenciários, como:
  • contagem de tempo contribuição;
  • pensão por morte;
  • adicional 25% para aposentadoria por invalidez;
  • acidente de trabalho;
  • auxílio doença;
  • entre outros.
Com a nossa empresa você fica atualizado com a legislação, podendo tomar ações preventivas quanto as mudanças previdenciários, prevenindo e atuando nos riscos, como exemplo a ação do INSS em revisar e retornar os colaboradores aposentados por invalidez ao trabalho, como agir? É possível recorrer? Posso demiti-lo?
NÓS PODEMOS APOIÁ-LO NESSAS SITUAÇÕES.

A Saúde e Segurança no Trabalho é sempre um assunto discutido e que ganha a cada dia maior visibilidade no cenário mundial, gerando no governo brasileiro mobilizações que garantam um melhor ambiente de trabalho para os trabalhadores e a manutenção da arrecadação.

A lei responsabiliza as empresas pelos acidentes que seus colaboradores tenham em virtude das atividades laborais, considerando acidente ocorrido dentro da empresa, trajeto entre a residência e o local de trabalho, a doença profissional produzida ou adquirida no fazer do trabalho e ou desencadeada pelas condições e exposições a riscos eminentes, como ruído, substâncias químicas, entre outros, estabelecendo encargos e metodologias de aumento nos impostos, como o Fator Previdenciário Preventivo (FAP).

Mas as situações de saúde que não são vinculadas ao trabalho, também acabam por refletir nas empresas, gerando absenteísmo, aumento de sinistralidade entre outros.

O PROGRAMA DE GERENCIAMENTO PREVIDENCIÁRIO TEM POR OBJETIVO A:
  • Minimização dos custos operacionais;
  • Minimizar o tempo de afastamento;
  • Acompanhamento quanto a evolução do diagnóstico clínico;
  • Facilitar o processo de comunicação entre colaborador & empresa & INSS;
  • Acompanhar o processo de afastamento e informações para tomada de decisão;
  • Realizar as tratativas burocráticas quanto ao INSS;
  • Reduzir o Índice de NETP- Nexo Causal Epidemiológico;
  • Redução do FAP – Fator Acidentário de Prevenção;
  • Benefícios previdenciários de auxílio doença;
  • Acidente de trabalho;
  • Aposentadoria por tempo contribuição;
  • Benefício de prestação continuada;
  • Licença maternidade por adoção;
  • Pensão por morte;
  • Adicional 25 % aposentadoria por invalidez.
Relatórios e indicadores periódicos que garantem a assertividade do processo, tomada de decisão e a sustentabilidade do retorno ao trabalho.